Calendário 2020 tem ilustrações de alunos da rede pública - Alô Brasília

Últimas

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Calendário 2020 tem ilustrações de alunos da rede pública

Imagens foram produzidas em programação da Semana do Cerrado e expostas no CCBB com o título ‘Salve meu Cerrado’
Resultado de imagem para Calendário 2020 produzido pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema)Fogo queimando o mato. Árvore perdendo as folhas. Sol sempre presente. Tamanduá no cupinzeiro. Esses são alguns títulos das doze obras que ilustram o Calendário 2020 produzido pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e distribuído entre os servidores da pasta e parceiros institucionais. As imagens foram criadas por estudantes da rede pública de ensino que participam do projeto Parque Educador, durante a programação da Semana do Cerrado, realizada entre os dias 8 e 14 de setembro do ano passado.

Das oito Unidades de Conservação que integram o projeto Parque Educador, os parques Saburo Onoyama, Águas Claras, Três Meninas e Sucupira serviram de ateliê aberto para os alunos, que foram convidados a fazer painéis coletivos usando pigmentos naturais como tintas de solo. As obras compuseram a exposição Salve meu Cerrado, realizada no gramado do Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB) e também fez parte do evento.

De acordo com o secretário da pasta, Sarney Filho, o trabalho desenvolvido com os estudantes por meio de recursos da educação ambiental é importante para que tenham uma convivência de mais harmonia com o Cerrado. “Conhecendo de perto o bioma onde vivem, as características da flora, da fauna, dos recursos hídricos e do solo as nossas crianças e jovens estarão mais preparados para o que mais desejamos: o desenvolvimento sustentável do Distrito Federal”, afirmou.

O Parque Educador é realizado em parceria que envolve as secretarias de Meio Ambiente (Sema) e de Educação e o Brasília Ambiental. O objetivo é proporcionar aos estudantes contato com a natureza no interior de Unidades de Conservação por meio da educação integral, contribuindo para a formação de cidadãos mais conscientes sobre seu papel na sociedade. Desde o primeiro semestre de 2018, mais de 3,5 mil estudantes, entre 6 e 13 anos, de 148 escolas participaram da iniciativa.

O foco principal é o receptivo de alunos de escolas públicas do DF para a realização de atividades de educação integral, ambiental e patrimonial nas Unidades de Conservação geridas pelo Instituto Brasília Ambiental.

Projeto Continuado

As atividades são desenvolvidas por professores capacitados e disponibilizados pela Secretaria de Educação. Cada turma inscrita participa de um ciclo de aulas planejadas e encadeadas, caracterizando-se como um projeto continuado, com atividades como trilhas guiadas nas Unidades de Conservação, oficinas, práticas integrativas de saúde, palestras e vivências na natureza. O foco é a formação integral dos estudantes, reforçando e ampliando os conteúdos estudados em sala de aula de forma interdisciplinar.

Unidades de Conservação que recebem o Parque Educador

Estação Ecológica Águas Emendadas / Parque Ecológico Sucupira (Planaltina);

Parque Ecológico Águas Claras;

Parque Ecológico Três Meninas (Samambaia);

Parque Ecológico Saburo Onoyama (Taguatinga);

Parque Ecológico do Riacho Fundo; e

Monumento Natural Dom Bosco / Centro de Práticas Sustentáveis – CPS.

* Com informações da Secretaria de Meio Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog do Poliglota

Alô Goiás

Alô Brasília

Coluna do PM

Blog do Aderivaldo Cardoso

BLOG DO HALK

Melhores da semana

Destaque

Prefeitos preveem colapso no transporte

Prefeitos preveem colapso no transporte e pedem fundo emergencial à União Prefeito de Campinas e presidente da Frente Nacional de Pr...