Projeto de lei dará mais segurança jurídica para empresas - Alô Brasília

Últimas

domingo, 1 de dezembro de 2019

Projeto de lei dará mais segurança jurídica para empresas

Proposta do deputado José Gomes irá aumentar competitividade e atrair investidores

O Distrito Federal poderá ter uma legislação específica para garantir segurança jurídica às empresas e às interpretações dos atos administrativos. O deputado José Gomes (PSB) protocolou uma proposta, na Câmara Legislativa do Distrito Federal, que irá atrair mais investidores, incrementar a geração de empregos e dar mais transparência às contratações realizadas pelo poder público.

“Um princípio importante da lei é reduzir a burocracia que dificulta inclusive, os investimentos no DF. Precisamos atrair investidores para fomentar a economia local, produzir novos empregos e gerar renda”, explicou o deputado José Gomes. 

A ideia é reforçar a segurança jurídica e a eficiência na aplicação do direito público. Ou seja, estabelecer uma maior confiança na relação do Estado com o cidadão, especialmente aqueles que são empreendedores e precisam de mais eficiência e menos burocracia.

O Projeto de Lei foi inspirado em uma norma semelhante elaborada pelo deputado estadual goiano Thiago Albernaz e visa aumentar a competitividade da capital brasileira por meio da redução do chamado “Custo Brasil”, que leva em consideração o excesso de burocracia e incertezas jurídicas, que acabam elevando ou inviabilizando investimentos.

Principais pontos do Projeto :

§ Reitera a princípio da livre iniciativa, inclusive no desenvolvimento de atividade econômica em novas modalidades de produtos e serviços, mesmo diante das leis se tornarem obsoletas por força do desenvolvimento tecnológico;

§ Receber tratamento igualitário da Administração Pública quanto à obtenção de licenças, para evitar a quebra da isonomia e violação do princípio da impessoalidade;

§ Dever de motivação administrativa para que se entenda, de forma mais concreta, as consequências práticas de uma decisão administrativa;

§ Necessidade de a administração púbica ser transparente com suas decisões que importarem em nova orientação ou interpretação jurídica; 

§ Necessidade de divulgação e ampla participação popular antes da administração pública editar atos normativos;

§ Criação, sempre que possível, de regulamentos e súmulas administrativas que contemplem o entendimento da Administração Pública sobre a interpretação da lei, dos atos e contratos administrativos, como forma de se ter transparência e segurança jurídica.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alô Goiás

Blog do PAULO MELO

Alô Brasília

Melhores da semana

Destaque

Pedalinhos do Parque da Cidade estão de volta

Pedalinho do Parque da Cidade será reativado após décadas de abandono   Revitalização do espaço, que marcou gerações de brasilienses, será l...

Campanha contra a Dengue