Até o fim do dia Rio terá 447 pacientes aguardando na fila de UTI - Alô Brasília

Últimas

segunda-feira, 11 de maio de 2020

Até o fim do dia Rio terá 447 pacientes aguardando na fila de UTI

Rio tem 447 pacientes com covid-19 aguardando vaga em UTI



Até o fim do dia de hoje (11), o governo do estado do Rio de Janeiro terá aberto um total de 1.129 leitos dedicados a pacientes graves com a covid-19, sendo 972 em hospitais de referência somente para o tratamento da pandemia. São um total de 447 leitos de UTI e 525 de enfermaria nessas unidades, além de 157 leitos, sendo 100 de UTI em áreas isoladas de outras unidades de saúde estaduais.

O número será alcançado com a entrada em funcionamento de mais 80 leitos no Hospital de Campanha Lagoa-Barra, que já estava operando com 120 leitos. Porém, mesmo com esses números, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) informa que 447 pacientes com suspeita ou confirmação de coronavírus aguardam transferência para UTI regulada pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo a secretaria, todos os leitos dedicados a pacientes com a covid-19 estão ocupados atualmente, com exceção do Hospital Regional Zilda Arns, em Volta Redonda, no sul do estado, que está com ocupação de 89% na enfermaria e 86% na UTI; e dos hospitais de campanha do Maracanã e Parque dos Atletas, abertos desde o fim de semana, e no Lagoa-Barra, que tem 101 pacientes internados, 70 deles em leitos de UTI.

Além dos hospitais de campanha construídos por causa da pandemia, estão dedicados ao tratamento da covid-19 na capital os hospitais Estadual Anchieta (14 UTIs e 61 enfermarias), o Universitário Pedro Ernesto (52 UTIs e 48 enfermarias), o Instituto Estadual do Cérebro (44 UTIs) e o Instituto Estadual de Infectologia São Sebastião (7 UTIs).

A secretaria também tem dez leitos de UTI e sete de enfermaria no Instituto Estadual do Tórax Ary Parreiras, em Niterói; e 50 vagas de UTI no Hospital Universitário de Vassouras, no centro sul do estado. Ainda serão abertos pelo governo do estado hospitais de campanha em São Gonçalo, Duque de Caxias, Campos dos Goytacazes, Casimiro de Abreu, Nova Friburgo e Nova Iguaçu.

Na quinta-feira (7), o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, prometeu para esta semana a abertura completa dos leitos nos hospitais de referência para a covid-19, num total de 500 no Hospital de Campanha do Riocentro, em Jacarepaguá, na zona oeste, e 380 no Ronaldo Gazola, em Acari, na zona norte da cidade.

Segundo o painel de acompanhamento do novo coronavírus da prefeitura, atualizado na noite de ontem (10), há na rede SUS da cidade 1.498 pessoas hospitalizadas por causa da covid-19, sendo 428 em leitos de UTI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alô Goiás

Blog do PAULO MELO

Alô Brasília

Melhores da semana

Destaque

Pedalinhos do Parque da Cidade estão de volta

Pedalinho do Parque da Cidade será reativado após décadas de abandono   Revitalização do espaço, que marcou gerações de brasilienses, será l...

Campanha contra a Dengue