Presidência da República planta Ipês em suas instalações

Programa de sustentabilidade do Planalto planta ipês em estacionamento
PR Sustentável implementa ações previstas em portaria


Contratação de empresa especializada para gerenciamento de resíduos sólidos; plantação de 300 ipês; e capacitação, sensibilização e conscientização dos servidores do Palácio do Planalto. Essas são as principais medidas previstas no Programa de Sustentabilidade da Presidência da República (PR Sustentável), que culminaram hoje (3) com a plantação de um último ipê em um dos estacionamentos do complexo do palácio.

As medidas estavam previstas na Portaria nº147, publicada no Diário Oficial da União em 1º de abril pela Secretaria-Geral da Presidência da República. Ela cria o programa com o propósito de promover iniciativas institucionais que busquem a “integração social, ambiental e econômica, envolvendo processos de trabalho como gestão de resíduos gerados; compras e contratações que adotem critérios de sustentabilidade; e capacitação, sensibilização e conscientização dos servidores da Presidência da República”.

Hoje, durante a cerimônia de plantação do 300º ipê, no estacionamento do anexo do Palácio do Planalto, o secretário-geral da Presidência da República, general Luiz Eduardo Ramos, lembrou que “sustentabilidade é princípio e valor constitucional”.

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Luiz Eduardo Ramos, participa do plantio simbólico de ipês  (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Resíduos sólidos

Entre as ações sustentáveis implantadas no palácio, ele destacou o poço natural de água para uso e reuso, bem como a contratação de uma empresa para implementar o plano estratégico de gerenciamento de resíduos sólidos.

“Nossa gestão busca também o engajamento de servidores, o que inclui uma enquete para a escolha de uma logomarca [para o PR Sustentável]”, disse.

O secretário executivo da Secretaria Geral, Mário Fernandes, afirmou que, entre as funções da pasta, está a gestão do patrimônio da Presidência, o que inclui gerir pessoas e patrimônio natural. “Estamos estacionando as últimas mudas. E evitamos o uso de papel impresso”, explicou.

O secretário de Administração da Presidência da República, Clóvis Félix, informou que oficinas e postos de gasolina da Presidência também participam das ações, e têm adotado cuidados para evitar que rejeitos de óleo entrem no lençol freático.

Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال