Banheiros sem gênero isso já pode?

Pais denunciam placa de banheiro sem gênero em Adolescentro


Meninas temem ser vítimas de assédio sexual


Na última quarta-feira (6) o deputado Delmasso (Republicanos-DF) enviou um ofício à Secretaria de Saúde pedindo a reversão desses "banheiros sem gênero". Após ser procurado por pais de adolescentes que frequentam o local, o parlamentar enviou o pedido ao secretário Manoel Luiz Narvaz Pafiadache.



Segundo o texto do ofício, o pleito representa esses pais inconformados, que procuraram o deputado Delmasso para buscar uma solução para findar tal ato abusivo, promovido pelo Adolescentro. Vale destacar que esses pais e o deputado se opõem ao uso do mesmo banheiro por pessoas de sexos opostos, pois isso fere o direito da criança e do adolescente garantido pelo Art. 17 do Estatuto da Criança e do Adolescente, além de promover a insegurança dos usuários, sobretudo meninas que temem ser vítimas de assédio sexual.

De acordo com o parlamentar, para garantir a dignidade da pessoa humana é que ele solicitou a retirada dessas placas. "Recentemente, recebi em meu gabinete a denúncia de pais que levam seus filhos adolescentes ao Adolescentro da Asa Sul, os quais relataram que os banheiros do local são "banheiros sem gênero", estão com placas afixadas nas portas, contendo o seguinte: banheiro sem gênero, e um desenho de um corpo humano sendo metade homem", explicou Delmasso.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال