1,3 milhões de pessoas serão beneficiadas com o Sistema Corumbá

 Sistema Corumbá é entregue hoje para a população 

Cerimônia de inauguração foi realizada na Estação de Tratamento de Água Corumbá 

 


(Brasília, 6 de abril de 2022) - O Sistema Produtor Corumbá, um complexo de saneamento que beneficiará 1,3 milhão de habitantes, reforçando e ampliando o abastecimento de água tratada em municípios goianos e na região sul do Distrito Federal, foi inaugurado hoje. A cerimônia aconteceu na Estação de Tratamento de Água Corumbá e teve a presença dos governadores do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, e de Goiás, Ronaldo Caiado, dos presidentes da Caesb, Pedro Cardoso, e da Saneago, Ricardo Soavinski, além de autoridades, empregados das duas empresas e imprensa. 

 

O presidente da Caesb, Pedro Cardoso, agradeceu aos empregados da Companhia e da Saneago e destacou o engajamento das duas empresas envolvidas. “Essa sinergia resultou numa obra de saneamento enorme, de grande e relevante valor para o Entorno Sul e para o Distrito Federal. Saneamento é buscar água no meio ambiente, tratar essa água e levá-la para os lares, recolher o esgoto, tratar e devolver nas melhores condições para o meio ambiente. E ainda tem a proteção desses mananciais para assegurar que tenhamos, por longo período, água boa e de qualidade, que é o nosso bem maior. Só quem acompanhou o making off dessa obra sabe o quanto ela foi difícil”, declarou Pedro Cardoso. 

 

O governador do DF, Ibaneis Rocha, afirmou que o Sistema Corumbá mostra que vale a pena trabalhar em parceria. “A união dos dois estados irá beneficiar 1,3 milhão de pessoas somente no Entorno e DF, sem contar o benefício de Águas Lindas e Santo Antônio do Descoberto, o que traz segurança”, afirmou. O governador também agradeceu os funcionários da Caesb e da Saneago. “A tecnologia que essas duas empresas empreendem, o que nós vimos hoje é simplesmente bonito aos olhos de toda a população. Estou feliz e tenho certeza de que nós entramos para a história e seremos lembrados durante muitos anos porque estamos dando o que a população mais merece: saneamento, água de qualidade e a certeza de que a região vai poder desenvolver”, concluiu Ibaneis Rocha. 

 

REFORÇO E AMPLIAÇÃO DO ABASTECIMENTO  

O Sistema Produtor de Água Corumbá é um conjunto de obras para captação de água no reservatório de Corumbá IV, com estruturas de tratamento para que a água se torne potável e seja, assim, distribuída para a população do Distrito Federal e de Goiás. Com sua entrada em operação, o Sistema reforça e amplia o abastecimento de água tratada nos municípios goianos de Luziânia, Valparaíso de Goiás, Cidade Ocidental e Novo Gama, e da região sul do Distrito Federal, que inclui as cidades de Santa Maria, Gama, Recanto das Emas e Riacho Fundo II, além de áreas em processo de consolidação como o Setor Habitacional Ponte de Terra e o Setor Meirelles. Indiretamente, toda a parcela oeste do DF e a cidade de Águas Lindas de Goiás também serão beneficiadas, com a geração de excedentes no Sistema Descoberto. 

 

O ponto de captação de água no reservatório de Corumbá IV fica no município de Luziânia (GO), sendo a área coberta pelo lago de 173 quilômetros quadrados. A partir desta etapa, a água passa pela Elevatória de Água Bruta, na cidade de Luziânia, e segue caminho, por meio de adutoras, até a Estação de Tratamento de Água Corumbá. A partir daí, a água é encaminhada por meio de redes de distribuição para os dois estados. 

 

OBRAS REALIZADAS  

A Caesb e a Saneago executaram juntas a adutora de água bruta do empreendimento, composto por uma tubulação de aço com diâmetro de 1.200 mm e capacidade de 2.800 litros/segundo. Foram feitos 12,3 quilômetros de tubulação junto à captação de água, sob a responsabilidade da Saneago, e 15,4 quilômetros de comprimento até a Estação de Tratamento de Água Corumbá, executados pela Caesb. 

 

A captação e a Estação Elevatória de Água Bruta, que possuem quatro conjuntos de bombas centrífugas, motores de 5.700 cv e capacidade de 2.800 litros/segundo de água, foram executadas pela Saneago, bem como 34 quilômetros de linhas de transmissão e uma subestação elétrica 138 kV. 

 

Já a Estação de Tratamento de Água Corumbá (ETA), as elevatórias e as adutoras de água tratada foram construídas pela Caesb. A ETA Corumbá tem capacidade para tratar até 2.800 litros/segundo de água na primeira etapa e usará processo de tratamento por coagulação, floculação, clarificação e filtração. Dentro do DF, a água será bombeada até a cidade de Santa Maria, de onde será distribuída para a população.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال