Setembro Amarelo: ocupação profissional do estudante é ferramenta no combate à depressão - Alô Brasília

Últimas

quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Setembro Amarelo: ocupação profissional do estudante é ferramenta no combate à depressão

 


 

No mês da campanha de prevenção ao suicídio, a Super Estágios traz o alerta sobre a importância da atividade profissional para o jovem a fim de evitar doenças emocionais, como o suicídio

 

Setembro Amarelo é o mês da campanha de prevenção ao suicídio. A Super Estágios, que trabalha com o público jovem diariamente, chama atenção para que esse período de conscientização seja dedicado especialmente aos jovens. Atualmente, são registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de 01 milhão no mundo. Trata-se de uma triste realidade, que mostra cada vez mais casos, principalmente entre os jovens. Além disso, suicídio é a segunda principal causa de morte, entre jovens com idade entre 15 e 29 anos.

A estagiária de recursos humanos, Francicleia Alves explica que, a oportunidade de estágio em Gestão de Recursos Humanos, representa um recomeço, pois se reencontrou nessa profissão. “Saí do meu antigo trabalho durante a pandemia e fiquei em casa durante algum tempo, e nesse período eu sentia uma certa angústia, ansiedade, sensação de que a pandemia iria durar bastante tempo e eu poderia ficar muito tempo em casa e sem trabalhar”, explica.

Para a estudante retornar ao mercado transformou os seus sentimentos. “Acredito sim que o estágio pode ajudar a combater a depressão, pois com a mente ocupada, principalmente de coisas boas, evitam pensamentos negativos, estar com pessoas positivas dentro do ambiente de trabalho também ajuda muito”, defende.

A diretora da Super Estágios, Samanta Barreto, conta que atualmente são 80 mil estudantes em sua base de dados, entre 18 e 26 anos. Para ela, alguns estudantes começam a cursar uma faculdade sem muita perspectiva do que realmente querem e com incertezas se irão conseguir seguir sua carreira.  “O estágio é um meio de ajudá-los a se encontrar em seu curso, exercitar a criatividade, manter a mente ocupada, desenvolver novas metas e interagir com novas pessoas. Esse é um momento decisivo e importante na vida de muitos e a possibilidade de se identificar verdadeiramente com sua futura profissão e começar a ver um futuro para si mesmo pode ser um fator chave para que os universitários se mantenham mentalmente estáveis e tenham menos chance de desenvolver um quadro depressivo”, afirma.

Já a psicóloga clínica, especialista em terapia cognitivo comportamental, Ana Carolina Meneses esclarece que o trabalho tem um significado especial para a vida de um jovem. “Sabemos que os jovens almejam uma oportunidade no mercado de trabalho, porém nem sempre é tão simples. Quando essa inserção no âmbito profissional acontece, ela proporciona ao jovem crescimento, aprendizado, autoconfiança e, principalmente, responsabilidade profissional e pessoal, mesmo não sendo um processo fácil para alguns”, esclarece.

Para a psicóloga, relacionar a oportunidade de trabalho com a diminuição de sentimentos de inferioridade e suicídio é válido. “Considerando que a desocupação e o sentimento de subutilização podem trazer para o jovem um sentimento de frustração e desânimo, uma oportunidade de trabalho representa a possibilidade de crescimento pessoal, de aprendizado, troca de experiências, novas vivências e novos relacionamentos, levando-o a se sentir capaz de se desenvolver como ser produtivo e criativo, de realizar e conquistar algo. Tudo isso pode contribuir para uma vida mais saudável e feliz, diminuindo assim a chance de se sentir inferior e, consequentemente, de não desenvolver um quadro de sofrimento profundo, que associado a outros fatores poderiam conduzir o jovem ao autoextermínio”, orienta.

 ServiçoSetembro Amarelo: ocupação profissional do estudante é ferramenta no combate à depressão

Informações: https://www.superestagios.com.br

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alô Goiás

Blog do PAULO MELO

Alô Brasília

Melhores da semana

Destaque

Butantan recebe aporte do Governo Federal para produzir vacina já em outubro

Vacina chinesa contra Covid-19, receberá R$80 mil de aporte do Governo Federal para produção no Brasil. O governador de São Paulo, anunciou ...

Campanha contra a Dengue